0

O diodo retificador nada mais é que um tipo específico de componente eletrônico da família de diodos. Neste artigo você verá tudo sobre este componente desde seu funcionamento e suas aplicações até os principais tipos de forma bastante detalhada.

No entanto, caso você já acompanhe o blog já há algum tempo, deve ter visto que escrevi um conteúdo bastante completo sobre diodos no geral. Se ainda não tiver lido sobre este artigo não perca tempo e acesse agora sobre o componente eletrônico diodo.

Podemos caracterizar o diodo retificador como um dos componentes mais utilizados na eletrônica da família de diodos, isso ocorre pelas suas aplicações nos circuitos eletrônicos que utilizam corrente contínua.

Assim como os outros diodos, esse componente que iremos falar hoje, também é um semicondutor. Sua principal atuação na eletrônica é nos circuitos retificadores de corrente alternada, com essa função de extrema importância, o seu uso na eletrônica acaba sendo bastante distinto, podendo ser facilmente encontrado em circuitos de fonte de alimentação, carregadores de celular e aparelhos de som.

Não é difícil encontrá-lo, mas é necessário você entender um pouco sobre sua função e a necessidade de ter esse elemento em um circuito eletrônico.

O que é diodo retificador?

Para você que já leu nosso artigo sobre diodo, já está familiarizado com o componente e vai ter um pouco mais de facilidade de entender os funcionamentos e as aplicações desse diodo em específico, mas para você que não leu ainda, não perca essa oportunidade, leia nosso artigo sobre diodo e tenha uma base para o que você vai aprender neste artigo.

Esse componente tem como sua função de semicondutor, além de permitir a passagem da corrente em apenas um sentido, ele é utilizado para converter os sinais de corrente alternada para corrente contínua pulsante. Esse processo é chamado de retificador e que também é dado nome a esse componente.

Além de suas funções retificadoras, o componente pode ser utilizado normalmente como um diodo comum, permitindo ou bloqueando a passagem de corrente. Sendo assim a corrente flui apenas em um sentido, podendo evitar uma ligação invertida em equipamentos, como podemos observar na ilustração abaixo.

Imagem que ilustra a condução e o bloqueio de condução de corrente pelo diodo retificador

Como funciona o diodo retificador?

Diversos diodos retificadores sobre uma mesa marrom e ao lado uma folha com um circuito eletronico desenhado

Esse componente tem diversas formas e modelos e com ele conseguimos obter resultados que podem fazer a diferença nos circuitos eletrônicos, como a transformação de corrente alternada em corrente contínua. Lendo este artigo, você entenderá melhor as funções e aplicações do diodo retificador.

Sua função retificadora faz com que de acordo com a sua polaridade no circuito elimine um semiciclo da onda senoidal.

Observe como a onda senoidal se comporta antes e depois da corrente passar pelo diodo:

Comportamento do diodo retificador

Agora observe o mesmo na imagem abaixo, porém, com a polarização invertida do diodo retificador.

Diodo com polarização invertida representando uma onda senoidal

Sendo assim, através da análise das imagens acima, é possível notar que o diodo retificador possui uma forma de onda não constante já que seu semiciclo foi eliminado. Por isso observamos que há uma falta de estabilidade das ondas. Essa instabilidade gera um movimento das ondas conhecido também como pulsos.

Apesar do diodo atuar em corrente contínua, a tensão ali não é constante. Sendo necessário a formação de dois semiciclos para que se tenha uma corrente contínua com uma tensão mais estável.

Com essa dificuldade de estabilização do diodo e para ter uma retificação de qualidade é necessário mais de um diodo retificador. Essa combinação de diodos retificadores é o que chamamos de ponte retificadora que é formada por quatro diodos e a ponte retificadora é responsável por retificar o semiciclo da onda senoidal.

Ponte retificadora

A ponte retificadora é um componente muito utilizado na eletrônica. Ela é formada por um conjunto de componentes eletrônicos onde sua função é de transformar tensões alternadas em tensões contínuas com maior estabilidade.

Esse conjunto de componentes nada mais é do que quatro diodos retificadores em um só encapsulamento. Por conta disso, é um componente que facilita na montagem dos circuitos, como em fontes de tensão contínua.

Esquema de ligação de uma ponte retificadora de diodos

A função dos diodos na ponte retificadora é muito simples de entender, os componentes D2 e D4 são responsáveis por conduzirem o semiciclo da onda positiva e os componentes D1 e D3 pelos semiciclos negativos.

Componente eletronico representado por uma ponte retificadora

Como acontece na maioria dos componentes eletrônicos, a ponte retificadora também possui diversos tipos espalhados pelo mercado. Isso acontece, pois cada um é destinado a trabalhar de formas diferentes, como por exemplo a ponte monofásica (mais comum de ser encontrada), utilizada em fontes de computadores.

Não é difícil encontrar as aplicações desse componente no dia-a-dia, praticamente a maioria dos eletroeletrônicos que utilizam fontes de corrente contínua, fazem uso do diodo retificador, como ar condicionado portátil, interruptores inteligentes, etc.

Tipos de diodo retificadores

Existem alguns tipos desse componente, não é apenas a ponte retificadora que consegue fazer a função de retificar, dependendo do que você quer para seu projeto, um circuito retificador pode suprir a sua necessidade e atingir o resultado esperado.

Esses circuitos podem se mostrar muito úteis, pois, eles realmente conseguem transformar a corrente alternada em uma corrente mais próxima possível da contínua.

Os tipos mais usados na eletrônica, são os componentes da série 1N400X que são os diodos de 1ª. Esse modelo de diodo retificador é muito utilizado pela sua diversidade nos circuitos e pelo seu baixo custo.

Principais tipos de diodos retificadores da série 1N

Para deixar mais claro sobre cada modelo, segue abaixo uma tabela com vários tipos de diodos retificadores utilizados e com suas referências:

Tabela com as principais características dos diodos retificadores como tensão e amperagem máxima

Nesta tabela, podemos observar que está dividida entre o código (MODELO) do componente, V(V) referente a tensão máxima de bloqueio que o componente suporta e IM(A) se refere a corrente máxima que ele suporta em operação.

Considerações finais

É notável a importância do diodo retificador quando analisamos o quão útil ele é em nosso dia-a-dia e, com a leitura deste conteúdo, espero que você tenha esclarecido melhor suas principais aplicações na eletrônica.

É importante conhecer, não somente suas aplicações, mas o seu funcionamento e os principais tipos deste componente, pois assim você conseguirá tomar uma decisão mais sábia acerca do melhor componente para seu projeto de eletrônica, ou até mesmo consertar um circuito eletrônico.

Não deixe de buscar o conhecimento sobre esse tipo de componente, continue se aprofundando a respeito das funções dos componentes, assim você terá mais facilidade em assimilar os conceitos do mundo da eletrônica. Nesse caso, um curso de eletrônica online é uma ótima opção.

Flávio Babos
Estudante de Engenharia Mecatrônica pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Flávio passa seu tempo empreendendo e estudando sobre eletrônica e tecnologia no geral. Já desenvolveu diversos projetos com Arduino e recentemente atuou na Empresa Júnior do seu curso gerenciando equipes de engenharia no setor de vendas e de projetos.

Projeto Elétrico De Sucesso: Definição e Como Criar Um?

Previous article

Módulo Relé 5V: Como Usar Com Arduino? [Guia Prático]

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

More in Eletrônica