0

Hoje iremos entender um pouco sobre como testar capacitor e vamos conseguir identificar se o seu funcionamento está correto. Quem tem proximidade com a eletrônica, certamente já teve alguns problemas e às vezes dúvidas sobre o funcionamento dos capacitores.

Então, neste artigo você irá aprender como ele funciona e como testar se esse componente está com defeito ou não. Isso te ajudará bastante no reparo do seu circuito.

Não importa a diversidade de capacitores que temos hoje pois, lendo o conteúdo até o final, você conseguirá testar desde um capacitor de placa, capacitor de micro-ondas até um capacitor de ventilador.

Você também verá a maneira mais fácil de medir o capacitor com multímetro e capacímetro, ou seja, não será difícil se você seguir todos os passos descritos aqui.

Descarregue o capacitor antes de fazer os testes no multímetro

Ilustração de descarga de capacitor sendo feita através da ligação direta com um resistor

Antes de tudo, atenção!

Sempre descarregue o capacitor, antes de utilizá-lo pois este componente tem como função armazenar carga de energia elétrica.

Sendo assim, se ele estiver com carga, poderá atrapalhar nos testes, danificar o equipamento onde ele se encontra ou dependendo do capacitor, você corre o risco de receber um choque elétrico.

Então, sempre descarregue o capacitor quando for manuseá-lo a fim de não danificar o circuito em que ele estiver inserido, para ter mais precisão nas medições do componente e também para garantir a sua segurança.

Tendo consciência disso, vamos para as maneiras de fazer essa descarga o mais seguro possível.

Descarga utilizando o resistor

Resistor com jacarés nas extremidades mostrando que está pronto para descarregar o capacitor

O método que utiliza o resistor para descarregar o capacitor é muito seguro e bastante utilizado pelo profissional da eletrônica.

O resistor vai dispersar a energia armazenada no capacitor em forma de calor. Caso queira, você inclusive pode monitorar essa descarga pelo seu multímetro.

Alguns técnicos e professores de curso de eletrônica online utilizam lâmpadas pois elas conseguem descarregar e ao mesmo tempo identificar o esgotamento da energia. 

Resistor verde de 1k ohms e potencia de 10watts

Recomendo você utilizar um resistor de alta resistência, dentre eles, o resistor de 1kΩ e 10w é uma ótima opção.

Descarga por curto (chave de fenda)

Pessoa segurando uma chave de fenda e dando curto no capacitor para descarregar o componente por completo

Essa maneira de descarga é muito utilizada na eletrônica, por ser simples, não exige nenhum material ou ferramenta de difícil acesso.

Para fazer esse procedimento, é muito simples, você precisa fechar curto nos terminais do componente com a chave de fenda.

Apesar de ser um método muito utilizado, você deve se atentar aos tipos de capacitores para realizar esse método, pois, como já foi alertado antes, certos casos existem risco de choque elétrico.

Como saber se o capacitor está danificado?

Diversos capacitores que estão em cima de uma mesa azul

Você irá aprender nos próximos passos a identificar um capacitor danificado, como verificar uma fuga de corrente, certificar de que há um curto circuito e como verificar a capacitância deste componente.

De acordo com alguns fatores que impedem o devido funcionamento e qualidade desse componente, alguns testes não saem tão claros como gostaríamos.

Então, a maioria dos técnicos na eletrônica adotam uma postura, ou seja, se após os testes ainda persistir o mau funcionamento, eles acabam trocando o componente em questão por outro novo.

Como testar o capacitor utilizando o multímetro?

A maneira mais comum de testar capacitor com um multímetro, seja digital ou analógico, é identificar se ele está em curto ou fuga, sendo o curto um dos problemas mais comuns.

Caso seu multímetro possua a escala de capacitância, você irá conseguir fazer todos os testes que aqui serão mostrados com apenas essa única ferramenta.

Como saber se o capacitor está em curto circuito?

Primeiro coloque na escala de continuidade do seu multímetro. Seguindo a imagem abaixo.

Imagem mostrando a escala de continuidade de uma multímetro

Encoste as pontas de prova nos terminais do componente. Seguindo a imagem abaixo.

Pessoa segurando um capacitor e fazendo a medição em seus polos

Caso apresente no multímetro resistência próxima ou igual a zero, capacitor está em curto.

Dependendo do seu multímetro, ele pode soar uma buzina que identifica que o componente está em curto.

Como saber se o capacitor está em fuga?

Essa fuga acontece quando parte da corrente elétrica, que deveria alimentar nosso componente, passa diretamente para o aterramento da placa.

Uma das características da fuga de corrente é o aquecimento do capacitor.

Para identificar então se há fuga de corrente ou não, coloque seu multímetro na maior escala de resistência. Veja abaixo:

Escala de resistência sendo ilustrada no multímetro

Alguns multímetros possuem uma escala de até 200kΩ enquanto que outros vão até 20MΩ.

Então, escolha a maior escala que seu aparelho tiver, respeitando a polaridade do componente (caso possua polaridade), coloque as pontas de prova do multímetro, nos terminais do capacitor que deseja testar.

Caso o componente estiver em bom estado, você irá observar a leitura do equipamento subindo, até o infinito (representado aqui por 1) como mostra na imagem abaixo.

Ilustração de um multímetro apontando que o capacitor está em bom estado

Como testar o capacitor utilizando o capacímetro?

Testando capacitor através do uso de um capacímetro

Por mais que seja difícil encontrar multímetros que possuam capacímetro na escala, devemos usar um capacímetro a fim de medir a capacitância do nosso componente.

  1. Tendo o componente em mãos e sabendo de que ele está descarregado eletricamente, o próximo passo é selecionar a escala de capacitância com o valor maior que o apresentado em seu componente.
  2. Após conecte as pontas de prova do multímetro, nos terminais do componente, seguindo as polaridades. A leitura de valor que será apresentada no multímetro, tem que ser o mais aproximado possível do valor que estivr impresso no componente.
  3. Se a capacitância lida for consideravelmente menor do que a descrita pelo fabricante ou se até mesmo nenhum valor for apresentado, significa que o capacitor está danificado sendo necessário troca-lo por outro semelhante.

Capacitor estufado

Capacitores estufados em uma placa de circuito e que foram testados e precisam ser trocados

A imagem acima representa algo usual que vemos na eletrônica. Conseguimos identificar facilmente que os capacitores estão danificados.

Essa saliência, que aparece acima do componente, na verdade é uma solução de eletrólito líquido que estava no interior do capacitor e acaba sendo expelida para fora sendo depositada ao redor dele.

Esse efeito é causado por uma sobrecarga de energia elétrica ou mau qualidade do componente, sendo assim não conseguindo suportar os limites de carga que deveriam ser aceitáveis.

Como consequência o componente eletrônico aquece e entra no estado inflado ou até mesmo explode. Isso também pode acontecer se você inverter os polos do componente no circuito em que for colocado.

Como testar capacitor na placa?

Pessoa mostrando como testar capacitor na placa através do uso de um multímetro

Essa prática não é muito recomendada por causa que o componente, quando soldado em uma placa de circuito, acaba ficando em contato com outros componentes eletrônicos e isso pode confundir o multímetro e dificultar a precisão de leitura do mesmo.

Às vezes um diodo, mosfet, indutor, resistor ou até mesmo outro capacitor, estando em paralelo em relação ao componente que desejamos medir, pode e provavelmente vai ter interferência na leitura.

Sendo assim, o mais recomendado é retirar o capacitor da placa de circuito e fazer as medições com ele descarregado e fora do circuito.

Considerações finais

Seguindo todos os passos e recomendações que foram descritas nesse artigo, você conseguirá averiguar o funcionamento de diversos capacitores, aprendendo a manusear o multímetro e capacímetro como ferramentas para encontrar possíveis problemas no componente.

Com os métodos que você aprendeu neste artigo, será possível você aplica-los em todos os tipos de capacitores como SMD, capacitor cerâmico, capacitor de forno de micro-ondas, capacitor de ventilador, etc.

Apenas atente-se em descarregar o componente antes dos testes e no momento da medição lembre-se de inserir a escala correta e que esteja acima um pouco da capacitância do componente.

Flávio Babos
Estudante de Engenharia Mecatrônica pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Flávio passa seu tempo empreendendo e estudando sobre eletrônica e tecnologia no geral. Já desenvolveu diversos projetos com Arduino e recentemente atuou na Empresa Júnior do seu curso gerenciando equipes de engenharia no setor de vendas e de projetos.

Diagrama Unifilar: Fundamentos e Exemplos Práticos

Previous article

Comandos Elétricos: Conheça os Principais Tipos e Utilidades

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

More in Eletrônica