0

A manutenção de ar condicionado é de extrema importância para que esse aparelho esteja sempre em bom funcionamento, seja em ambientes comerciais ou residenciais.

O número cada vez maior de ar condicionados, no nosso cotidiano, faz com que o serviço de manutenção seja cada vez mais requisitado e os profissionais eletricistas que se especializarem nesse ramo podem aumentar bastante seus ganhos.

Sem contar que os aparelhos de refrigeração estão cada vez mais acessíveis e bastante modernos o que os torna essenciais principalmente em um país tropical como o nosso.

O objetivo deste guia é mostrar os passos mais importante para fazer manutenção de ar condicionado da forma certa, garantindo assim que o cliente ficará satisfeito com o serviço.

Ao colocar em prática todas essas dicas, você poderá ter a certeza de que o aparelho estará sempre com o melhor desempenho e que vai ter uma vida útil maior.

Quer saber mais? Então acompanhe o texto até o final!

1 – Verifique se o ar condicionado está conectado corretamente à rede

Um passo importante que você não pode deixar de realizar é a verificação do ar condicionado a fimde  saber se ele está conectado corretamente à rede elétrica principal.

Isso significa observar se todos os dispositivos, como fusíveis, disjuntores, chaves, sejam eles automáticos ou manuais, de proteção e de manobra do circuito realmente estão ligados da forma certa sem que haja qualquer interrupção.

É importante verificar se a chave interruptora e se o termostato do ar condicionado realmente estão regulados e colocados na posição correta, para garantir o funcionamento ideal do aparelho.

2 – Você deve fazer uma limpeza preventiva

A limpeza preventiva é um passo extremamente importante na manutenção de ar condicionado, visto que o acúmulo de sujeira e poeira pode comprometer o funcionamento dele.

A poeira e a sujeira presentes nas grelhas, nos gabinetes e também na área que fica ao redor do ar condicionado podem vir a obstruir o fluxo de ar e reduzi-lo, fazendo com que o aparelho fique mais fraco.

A capacidade de funcionamento e o desempenho do ar condicionado vão ficar muito baixas por conta disso, então a limpeza deve ser preventiva e constante, para garantir que todas as partes sempre estarão limpas.

A limpeza pode ser realizada apenas com uma flanela macia ou com um pano que deverá estar umedecido apenas com água morna (ou, no máximo, sabão neutro).

É preciso sempre deixar claro que jamais deve ser usada água em excesso, solvente ou álcool para a limpeza, sob o risco de vir a danificar permanentemente o aparelho.

3 – Faça uma análise das conexões do ar condicionado

Esse é um passo essencial para evitar o aparecimento de problemas como ruídos, vazamentos ou ainda vibrações no ar condicionado, o que costuma ser motivo para muita dor de cabeça.

Assim, é muito importante que você sempre verifique e analise como estão todas as conexões do ar condicionado, além das flanges e de quaisquer outras fixações bem como se o projeto elétrico residencial da casa possui um bom aterramento, para saber se está tudo no lugar e bem apertado.

Por meio de todas essas conexões é que vai ser possível haver o escoamento da água e também a troca de temperatura do ar condicionado, então falhas nas conexões podem resultar em problemas como vazamentos.

4 – As serpentinas devem ser higienizadas de forma periódica

As serpentinas de um ar condicionado são extremamente importantes, visto que elas são responsáveis pela climatização do aparelho.

Se não houver uma limpeza periódica dessa parte do ar condicionado, haverá então acúmulo de sujeira, o que se for somado à umidade presente no interior do aparelho, pode gerar a formação de diversos contaminantes.

As serpentinas sujas e um ambiente interno úmido no ar condicionado pode levar ao surgimento de colônias de bactérias, de fungos e de mofo, que fazem muito mal à saúde.

Assim, a limpeza periódica é uma parte essencial da manutenção de ar condicionados, para evitar que qualquer tipo de microorganismo venha a proliferar-se.

Já a limpeza das aletas, que são as partes responsáveis por direcionarem o vento que sai do ar condicionado, pode ser feita por um jato de ar comprimido (que deve ser no sentido inverso ao das peças) ou um jato de água que tenha baixa pressão.

É imprescindível tomar cuidado para evitar danificar esses equipamentos, o que pode fazer com que o ar condicionado não funcione mais.

5 – Verifique como estão as tubulações e as peças metálicas

É importante que você faça uma verificação das tubulações e das partes metálicas do aparelho, para garantir que elas sempre estejam no lugar certo e em excelentes condições.

Isso significa, por exemplo, observar se o isolamento entre cada peça do ar condicionado está instalado corretamente, evitando assim o surgimento de problemas com o aparelho de refrigeração.

Uma outra medida que é essencial ao se fazer a manutenção do ar condicionado é realizar a limpeza do filtro do aparelho de maneira regular, ou seja, ao menos uma vez por mês, garantindo que ele irá funcionar da melhor forma.

6 – Faça a verificação da bobina do aparelho

As bobinas são partes pequenas do ar condicionado, mas são fundamentais para o funcionamento desse aparelho, então é essencial verificar esses itens no momento de fazer a manutenção.

Ao avaliar a bobina do ar condicionado com o máximo de atenção e ao ver que ela não está funcionando, é preciso fazer então a troca da peça para que o desempenho do aparelho não seja afetado.

7 – Proteja bem a parte interna e externa do ar condicionado

Para finalizar, é essencial proteger a parte interna e a parte externa do ar condicionado, que é um cuidado geral que todo refrigerista, eletricista residencial ou qualquer outro profissional deverá ter com esse equipamento.

A proteção do ar condicionado evita que ele venha a ser afetado por diversos fatores, que podem comprometer o seu bom funcionamento e como qualquer outro aparelho, esse é um cuidado imprescindível.

O profissional deverá observar se o equipamento realmente está no local certo, pois às vezes estando mal posicionado ele poderá apresentar diversos problemas. Um exemplo é evitar evitar exposição do equipamento à chuva e ao sol.

Resumo

Como você viu, é extremamente importante executar a manutenção de ar condicionado, pois isso garante que o aparelho vai funcionar adequadamente e terá uma vida útil maior.

Com o aumento do número de aparelhos nos prédios do país, sejam comerciais ou residenciais, o serviço de manutenção desses equipamentos tem uma busca cada vez maior, então o profissional que atua com ele terá uma grande demanda de trabalho.

Neste texto, você pôde ver quais são os passos fundamentais para que seja realizada a manutenção do ar condicionado da maneira certa, garantindo assim um serviço eficaz para o seu cliente.

Você pode saber mais sobre como fazer a manutenção desses aparelhos através de um bom curso de refrigeração essencial para fazer a instalação, manutenção e conserto de ar condicionados e refrigeradores comerciais e residenciais.

Gostou do artigo de hoje sobre o guia dos 7 pasos para fazer manutenção de ar condicionado? Me deixe saber nos comentários abaixo!

Flávio Babos
Estudante de Engenharia Mecatrônica pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Flávio passa seu tempo empreendendo e estudando sobre eletrônica e tecnologia no geral. Já desenvolveu diversos projetos com Arduino e recentemente atuou na Empresa Júnior do seu curso gerenciando equipes de engenharia no setor de vendas e de projetos.

Partida Direta de Motores: Para que serve e como funciona?

Previous article

Projeto Elétrico De Sucesso: Definição e Como Criar Um?

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

More in Elétrica